Saúde

Conheça os benefícios de pedalar

A rotina nas cidades é uma correria tão grande, que quase não sobra tempo para pensar na saúde. Por isso mesmo, recursos como o de pedalar têm sido cada vez mais procurados e praticados.

Sem falar que não se trata apenas da agitação do dia a dia, que contraditoriamente acaba impondo uma vida sedentária, sem esforços saudáveis para o corpo, mas também dos impactos que isso ocasiona na alimentação, agravando o problema.

Tanto que a procura por soluções alimentícias ou gastronômicas em geral, tal como a dos alimentos veganos, também tem crescido. 

Basicamente, trata-se da busca por um estilo de vida mais fitness, voltado para o corpo e para a mente.

Portanto, pedalar, alimentar-se bem e fazer meditação são coisas que podem ajudar qualquer pessoa a mitigar um pouco o estresse e a ansiedade que as grandes cidades trazem ou mesmo no interior e no campo, pedalar pode ser uma alternativa.

Lembrando que também há outras razões transversais para pedalar, como as questões de poluição e de trânsito, que ganham cada vez mais espaço. 

No tocante ao trânsito, a bicicleta pode ajudar e muito a agilizar a travessia de pequenos percursos.

Inclusive como algo misto, de modo que a pessoa pode percorrer um trajeto específico e engarrafado de bicicleta, depois deixando-a em algum posto de entrega ou vaga de estacionamento, dali partindo com seu veículo.

Algumas pessoas já faziam isso, sentando-se no banco de uma moto ou no banco mobilete branco, como modo de escapar do trânsito, por poderem seguir pelo famoso corredor entre os carros que ficam engarrafados.

Essas alternativas são interessantes também. Mas, é preciso entender que uma bicicleta gasta muito menos, permitindo uma economia bem maior. 

Além do fato de evitar o uso do carro por questões ligadas ao meio ambiente e à ecologia como um todo.

Por este motivo é que criamos este conteúdo, explorando os vários benefícios de pedalar, como modo de aprofundar os pontos mencionados acima, explorando também os impactos que isso pode trazer no médio e longo prazo.

A economia e a disciplina

Já mencionamos a questão de economizar por meio do uso da bicicleta, mas é preciso frisar esse ponto, pois alguns colocam isso como verdadeira meta.

Portanto, a pessoa pode economizar o dinheiro da gasolina ou mesmo da condução pública como meta para atingir um valor específico, seja para comprar uma mochila promocional ou fazer um curso qualquer, como de música ou de línguas.

Isso pode ser feito levando-se em conta um período fechado, tal como uma semana, um trimestre,  um semestre ou mesmo um ano inteiro.

Sendo assim, o importante é ter uma clareza de onde se quer chegar, colocando na ponta do lápis e utilizando a bicicleta como meio de atingir uma poupança muito objetivamente definida.

Ao mesmo tempo, também podemos colocar essas mesmas razões na linha da disciplina. Só pelo modo como descrevemos a questão das metas e determinações, já fica fácil perceber como tudo isso pode ajudar e muito para quem deseja essa finalidade.

A questão de emagrecer

Outra finalidade muito comum e que também reflete um benefício indiscutível em começar a pedalar é a questão do peso corporal e do emagrecimento.

Naturalmente, isso pode ir desde uma simples preocupação com a aparência estética, como a busca por pesar menos ou por definir os músculos dos membros inferiores do corpo, para homens e mulheres, até questões de saúde.

Na prática, pedalar por um tempo prolongado é algo que acelera o metabolismo, o que por sua vez contribui para queimar calorias, contribuindo para diminuir o acúmulo de gordura no organismo.

O indicado para que isso realmente comece a trazer efeitos, é fazer algo por volta de três vezes durante a semana, uma média de trinta minutos por dia. 

Depois, com o tempo é possível ir aumentando essa carga, sempre com auxílio ou acompanhamento profissional.

Quando você sentir que a opção está ficando mais séria, também é possível investir nisso, como mandando fazer uma confecção de roupas mais apropriadas e até investindo frequentemente em manutenção e melhorias da bicicleta.

Com isso o estímulo a pedalar se torna mais consistente, pois há uma empolgação maior quando o esforço gera impactos paralelos, como o reparo do equipamento utilizado para isso ou a vestimenta mais apropriada, gerando um círculo virtuoso.

Você sabe o que é estamina?

Uma vantagem incrível de pedalar, que todo profissional sabe que ocorre e chega a indicar por vários motivos, é a do aumento da produção de estamina.

Neste sentido, mesmo alguns esportistas e até lutadores precisam pedalar como modo de aumentar a produção desse composto natural do nosso corpo.

Trata-se daquele elemento que permite que o corpo aguente um esforço por tempo prolongado, não apenas sem acusar uma baixa na energia como pedindo mais, justamente por já se tratar de um processo natural e virtuoso.

A estamina é quem faz isso, permitindo que a pessoa não se canse e que seu corpo evolua cada vez mais rápido no sentido da resistência e da disposição pesada.

Porém, isso só vem com a repetição, tal como um profissional que faz entrega super rápida durante a semana toda, e vai ficando cada vez mais acostumado com aquilo.

No caso da pedalada, com o tempo o organismo vai se acostumando, produzindo cada vez mais estamina e ganhando condições cada vez melhores para o exercício, o esforço corporal, o esporte ou qualquer outra atividade que exija desempenho.

O ponto fundamental aqui é apenas não forçar para chegar a esse ponto, o que pode ocasionar ferimentos graves e até permanentes. É preciso saber esperar a evolução natural, que vai transformando o corpo todo aos poucos.

Ganhando mais fôlego

Por falar em esforço contínuo e progressão demorada, é preciso considerar que pedalar também mexe consideravelmente com o sistema respiratório de qualquer um de nós.

Deste modo, ao praticar com frequência a pessoa começa a sentir que sua respiração está cada vez mais forte, mais espaçada e beneficiada pelo uso da bicicleta.

É isso o que gera o aumento de fôlego, mais ou mesmo como um funcionário que lida com assessoria empresarial e precisa pegar o ritmo do seu trabalho, ganhando mais fôlego e mais traquejo conforme o hábito vai trazendo a excelência.

A verdade é que o pulmão humano pode ser desenvolvido com o esforço continuado e devidamente calibrado, algo que pouca gente sabe. 

Com isso, o ciclista vai ganhando cada vez mais tônus pulmonar, já que a respiração é fundamental no pedalar.

O processo é justamente este, de que quanto mais pedala, mais oxigênio o organismo necessita, forçando o pulmão aos poucos e com isso desenvolvendo ele. Com o tempo o exercício gera dois efeitos positivos, e não apenas um.

O primeiro é o da força bruta, como subir uma ladeira extremamente íngreme. O outro é o da resistência, como pedalar no plano, mas por um longo período.

O impacto geral no corpo

Ademais, pedalar é algo que acaba impactando vários fatores essenciais da saúde humana como um todo, não se limitando apenas a vantagens pontuais ou concentradas.

Por exemplo, se você parar para fazer a pintura de uma parede, ou a decoração escola infantil, aquilo vai ocasionar um esforço em seus músculos superiores, e não muito mais.

Já pedalar pode fazer bem para, além do que já citamos acima, fatores como:

  • Resistência muscular;
  • Fortalecimento das articulações;
  • Recuperação de lesões ósseas;
  • Redução do colesterol;
  • Eliminação de toxinas do corpo;
  • Melhora na circulação sanguínea;
  • Controle da glicemia no sangue;
  • Melhor pressão arterial.

Tudo isso sem falar em outros efeitos no médio e longo prazo, como o próprio rejuvenescimento, já que a reposição e manutenção das células do corpo todo se harmoniza bem mais.

O ânimo e a saúde mental

Por fim, depois de falar do impacto geral no corpo, também é importante mencionar a questão dos impactos que o pedalar causa na mente das pessoas.

Primeiramente, vale lembrar a própria questão do estresse, da ansiedade e até da angústia que algumas pessoas sentem durante o dia, mesmo em dias normais de trabalho.

Pedalar é um modo de estar sozinho consigo mesmo, pensando na vida ou ouvindo alguma música, o que por si só já faz bem. 

Por envolver um exercício e o processo de suor do corpo, esse efeito é potencializado.

Justamente, por isso, não necessariamente quem tem uma carteira de moto e carro obteria esse efeito, já que dirigir não gera tanto esforço físico nem faz a pessoa suar.

Seja como for, tudo isso impacta diretamente no ânimo da pessoa, que começa a se sentir mais disposta durante a pedalada, e com o tempo durante o dia todo. 

Obviamente, isso traz vantagens para a saúde mental e geral um bem-estar bem maior.

Conclusão

Resumindo, o simples esforço de pedalar semanalmente é algo que pode mudar a vida de qualquer pessoa em vários âmbitos, desde vantagens para o bolso até para a saúde do corpo e da mente.

Com as dicas e informações essenciais que trouxemos acima, fica bem mais fácil compreender melhor os benefícios que estão em jogo e como dar os primeiros passos.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios