colesterol
Saúde

Afinal, como reduzir o colesterol ruim? 

Algumas pessoas passam a cuidar da saúde por estética, se sentir em forma é a motivação mais comum, mas diversos vilões estão escondidos por trás de uma alimentação desregrada, uma delas é o índice de colesterol. 

As origens desse transtorno está em uma alimentação inadequada e saturada de alimentos exagerados em gorduras como frituras, embutidos, industrializados e gordurosos como carnes e queijos em excesso. 

Entre as demais causas que geram o aumento do colesterol está o histórico familiar, o sedentarismo, uma dieta inadequada e o consumo de drogas como álcool e cigarro. Um dos problemas dessa disfunção é que dificilmente existem sintomas iniciais. 

Além da grelha para churrasqueira de tijolinho que esquenta aquele churrasco, que muitas vezes é colocado como o principal vilão causador do colesterol, existem outros pontos que fazem com que o colesterol ruim aumente seu índice. 

Um desses pontos é a idade e o sexo das pessoas, mulheres durante a menopausa podem estar mais propensas a ter problemas no colesterol. Homens com baixa produção hormonal também podem sofrer desse transtorno. 

Os níveis de colesterol alto são um dos elementos da saúde humana que são passados de geração em geração, quando uma família apresenta nas suas origens problemas de controle do colesterol, todas as futuras gerações devem redobrar essas informações. 

Em casos onde o alto nível de colesterol está relacionado ao histórico familiar os filhos já nascem naturalmente com níveis elevados de colesterol, com isso é necessário que pessoas com esse histórico tenham acompanhamento médico desde a infância. 

Além dessa questão genética e hereditária, essas pessoas ainda podem acumular um aumento de colesterol ruim graças a má alimentação e atividade física insuficiente, por isso, é caso de origens genéticas a atenção e os cuidados à saúde devem ser redobrados. 

Se o maior vetor de aumento do colesterol está na alimentação desregrada, também está na forma como as pessoas se alimentam, que é uma das chaves para reduzir esses índices. 

Enquanto uma alimentação repleta de gorduras, açúcares e sódio, além de produtos industrializados e ultraprocessados geram um acúmulo de gorduras e uma lentidão metabólica, os alimentos naturais e saudáveis mitigam esse processo. 

Como reduzir o colesterol ruim 

O colesterol não é necessariamente uma questão negativa, essa forma de gordura é inclusive o material que cria uma membrana para cada célula do corpo humano e de qualquer ser do reino animal. 

A problemática é que cada tipo de colesterol tem a sua origem e seu efeito no corpo, o colesterol negativo por conta de seu potencial de acumulação e circulação no sistema sanguíneo e cardiovascular é o mais preocupante. 

Antes de entender qual é, e como reduzir os índices de colesterol ruim no organismo, sem a necessidade de uma criolipólise nos flancos é preciso entender cada tipo de colesterol: 

  • O colesterol LDL, conhecido como colesterol ruim;
  • O HDL, conhecido como colesterol bom;
  • O VDLD, um tipo de colesterol ruim e de baixa densidade;
  • Colesterol total, que reúne todos os tipos em uma única medida. 

Existem muitos hábitos que podem ser mudados no dia a dia das pessoas para que os índices de colesterol, em especial o LDL e o VDLD, que são considerados ruins, diminuíssem. 

Assim como o que faz com que esse problema surja está na manutenção de um estilo de vida desregrado e pouco saudável, a mitigação desse problema está em cuidar da saúde, da alimentação e da atividade no dia a dia. 

Sendo assim, em casos menos extremos é possível que uma pessoa que tenha registrado um aumento de colesterol genético ou clínico e mesmo assim não precise se segurar em um coquetel inauguração ou qualquer outro evento. 

Um dos hábitos que mais ajudam na redução do impacto do colesterol ruim no corpo é a prática de exercícios aeróbicos como natação, caminhada e corridas na esteira. 

A recomendação é que essa atividade seja feita por meia hora ao menos três vezes por semana. 

Além de reduzir o potencial do colesterol ruim, a prática de exercícios físicos no dia a dia estimulam a produção do colesterol bom, representado pela sigla HDL, esse tipo de gordura está relacionado a redução de riscos de doenças cardíacas e vasculares.  

Quem perdeu o controle em uma festa de casamento evangélico pode recuperar parte do prejuízo também pela alimentação. Para isso, é possível apostar em dois tipos de alimentos ricos e potentes na absorção e expulsão do colesterol ruim no corpo. 

Esses alimentos são chamados por conta desse potencial de fitoesteróis e fitoestanóis e entre eles estão incluídos os óleos vegetais, nozes e leguminosas como lentilha, feijão e nozes. Esses são excelentes aliados contra doenças cardíacas. 

Além disso, não precisa investigar a alimentação de uma pessoa com altos índices de colesterol com uma endoscopia tubo digestivo para descobrir que esse indivíduo não consome a quantidade necessária de fibras. 

Fibras solúveis presente em alimentos como aveia, cevada e leguminosas, esses alimentos contribuem para a eliminação do colesterol pelo sistema digestivo. Além disso, essas fibras evitam a formação de colesterol dentro do fígado. 

Para reduzir os riscos do colesterol, médicos e nutricionistas recomendam um consumo de cerca de 5 vegetais ou frutas ao longo do dia, muitas vezes ter uma maçã ou banana em sua bolsa branca pequena ajuda a manutenção da alimentação no dia a dia. 

A presença de microrganismos probióticos no corpo, em especial no intestino, ajudam na redução de colesterol no sangue. Essa presença pode ser restaurada com a ingestão de alimentos probióticos como iogurte, suplementos proteicos e outros laticínios. 

A gordura não é necessariamente um ponto negativo para o corpo a ser consumido, alguns alimentos como peixes gordurosos possuem um tipo de gordura que aumenta a produção de colesterol saudável que protege o sistema vascular dos riscos do colesterol ruim.

Quais são os riscos do colesterol ruim

O colesterol alto muitas vezes é citado no dia a dia como um dos grandes vilões da saúde, essa fama acontece por que o acúmulo desse tipo de gordura no organismo está relacionado de forma direta a uma série de doenças cardíacas e vasculares. 

Diversas são as causas genéticas, comportamentais ou alimentares que podem levar uma pessoa que trabalha com venda de cordão para crachá enfermagem até um quadro de colesterol alto. Independente da origem, esse índice é profundamente perigoso. 

O aumento da concentração de colesterol no corpo é chamado de hipercolesterolemia, essa palavra já assusta por si só, mas os riscos de aterosclerose, que se origina no acúmulo de gordura dentro do sangue, é o verdadeiro perigo do aumento do colesterol. 

Além de exames de rotina e check-up, não existem muitas formas de se observar um aumento do colesterol no corpo, as doenças causadas pela hipercolesterolemia passem a agir como inimigos silenciosos que geram problemas de saúde intensos. 

A pressão alta é um dos transtornos que mais cresce dentro da população, em geral esse aumento se dá pela falta de disponibilidade de tempo para atividades físicas e recursos para manter uma alimentação saudável. 

Uma alimentação saturada em gorduras, industrializados e gorduras aumenta a concentração de colesterol nas artérias, diminuindo os vasos e aumentando a pressão do sangue. Essa doença segue silenciosa até seu grau mais agudo onde gera risco de vida

Casos mais graves desse entupimento das artérias fazem com que o corpo humano tenha parte dos seus vasos sanguíneos obstruídos, com isso parte do tecido perde oxigenação e se estabelece um quadro de infarto. 

Quando o sangue venoso não consegue retornar ao coração, o corpo dá o sinal mais agudo de um infarto que é a dor aguda no peito. 

Outro problema grave que surge junto com o aumento do colesterol é o aumento da possibilidade de um AVC, Acidente Vascular Cerebral. Esse quadro acontece quando um vaso cerebral se rompe por acumulo de gordura no sistema sanguíneo. 

Considerações finais

Colesterol é o nome dado em geral para um dos tipos de gordura que pode ser encontrado em difusão no organismo, a presença de colesterol perigoso merece muita atenção por não ser possível de ser resolvida com procedimentos ou com uma agulha acupuntura 18×8.

O colesterol faz parte da estrutura das células do corpo e compõe diversos órgãos, por isso, nem todo o colesterol é negativo. Essa gordura também é utilizada na produção de hormônios essenciais para muitos processos do organismo humano. 

Existem quatro tipos de colesterol que são levados em consideração no corpo humano, o total, o HDL, o VDLD e o LDL, cada um deles tem uma função positiva e negativa no organismo e devem estar em equilíbrio para não prejudicar a saúde do corpo.

 Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios