Blog

Home office e suas vantagens pós pandemia

A pandemia causada pela Covid-19 trouxe diversos impactos na sociedade, dentre elas, mudanças no ambiente de trabalho, inclusive, em que local as atividades passaram a ser realizadas. Isso porque, houve uma maior adesão ao home-office.

Com a necessidade de realizar o distanciamento social, as empresas se viram com o desafio de realocar suas equipes e descobrir novos modelos de trabalho para se manterem funcionando. Foi nesse cenário que o home-office ganhou espaço!

Basicamente, o home-office representa o serviço realizado em casa, ou em ambientes próprios que não sejam dentro da empresa (como um co-working) e ganhou grande adesão no Brasil, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio. 

Para se ter uma ideia, estima-se um aumento em mais de 30% de pessoas/empresas que estão em trabalho remoto desde que a pandemia teve início no país, estimulado pelo distanciamento. 

Por meio do home-office, os funcionários conseguem realizar suas atividades remotamente, de forma segura (por propiciar o distanciamento social), com mais conforto e flexibilidade.

Contudo, de modo a manter a qualidade das atividades, o trabalho remoto também demanda pontos de atenção, como ter a disponibilidade de equipamentos e de rede de qualidade.

Além disso, existem outros aspectos que precisam ser levados em consideração, como riscos de distrações dentro do ambiente doméstico – demandando foco e adequação do espaço – e, até mesmo, problemas com a infraestrutura. 

Também é preciso considerar que, em algumas situações e áreas, o serviço precisa ser feito presencialmente, como é o caso da criação e colocação de uma fibra otica gama df

Mas ao ser bem avaliada a possibilidade de adequação, bem como havendo o ajuste dos processos em que é possível realizar no formato online, é possível integrar as duas formas e ter ainda mais vantagens fazendo com que – cada vez mais – o home-office se destaque como opção.

Afinal, considerando os benefícios empresariais e para o colaborador, como redução de custos, flexibilidade e otimização do tempo, esse modelo se mostra mais prático e rentável. 

Consequentemente, por esses motivos, muitos gestores pretendem manter o sistema de trabalho remoto após o fim da pandemia, e muitos colaboradores anseiam por ainda atuar em formatos remotos ou, pelo menos, híbridos.

Diante da realidade do home-office, neste artigo falaremos sobre esse modelo de trabalho e suas vantagens, bem como sanar dúvidas e discutir se esse tipo de trabalho veio para ficar.

O home-office veio para ficar?

É fato que existem serviços que não podem atuar completamente em home-office, como é o caso do serviço de academia com natação zona norte sp, na área de personal e consultoria alimentar. 

Contudo, existem opções para que mesmo serviços assim apresentem facilidades voltadas aos modelos online, como é o caso de teleconsultas, ou otimização de alguns processos – como os administrativos – que podem ser realocados.

Apesar disso, esses serviços que, de maneira mais ampla, envolvem um atendimento ou serviço ao público de forma presencial, podem apresentar mais dificuldades ou não se adequar ao teletrabalho de forma completa.

O mesmo não ocorre quando falamos sobre atividades administrativas, assim como de tecnologia da informação e áreas que podem converter os serviços e a venda de produtos para o meio online e o acesso remoto.

Afinal, nesses casos, a oportunidade para a empresa migrar e crescer é ampla por meio do teletrabalho, integrando equipes e sistemas com plataformas adequadas.

Diante disso, muitos negócios buscaram se adaptar ao home-office, disponibilizando parte da sua equipe para o trabalho híbrido ou 100% remoto, reduzindo o volume de profissionais na empresa.

Vale ressaltar que alguns gestores ainda não confiam no modelo do home-office completamente, porque acreditam que é necessário o monitoramento constante do que o colaborador está fazendo e que a distância não permite isso.

Mas, na verdade, além de ser possível ter um controle dos processos e das equipes por meio de métricas e ferramentas de gestão, o teletrabalho favorece a confiança e auto responsabilidade/autogestão, tornando a atividade de gerenciamento mais ágeis e os colaboradores mais produtivos, principalmente por conta de estarem mais descansados por não despender tanto tempo em transportes, por exemplo. 

Nesse sentido, e potenciais resistências, é importante conhecer os benefícios de investir nesse tipo de trabalho para empresa, assim como para os funcionários. Falaremos sobre isso a seguir!

Possibilidades do formato home-office e benefícios

O home-office teve um considerável aumento na adesão durante a pandemia causada pela Covid-19, mas não se dá somente nesse cenário, já que muitas empresas pretendem continuar com essa prática mesmo após a crise – e outras já estudavam o modelo antes da pandemia. 

Diante disso, é importante compreender quais são os benefícios da realização da atividade remota. 

Em tempos que levaram as pessoas a se isolarem, o trabalho remoto permitiu que as empresas continuassem suas atividades, mantendo a competitividade e os ganhos.

Assim, mesmo com a equipe distante, a rotina de trabalho pode ter sequência, com atividades como:

  • Realização de reuniões;
  • Andamento de projetos;
  • Contato com clientes;
  • Negociação com colaboradores. 

Ou seja, mesmo em um período que exigiu o isolamento social, as empresas puderam continuar suas atividades, manter o relacionamento com os clientes e os colaboradores, além de se posicionarem no mercado.

Mais ainda, diversas outras vantagens podem ser sentidas, tanto pelos colaboradores quanto pelas empresas, como mais flexibilidade nos horários e redução de custos, o que é bastante atrativo em um cenário de desafios financeiros e economia.

Outro benefício que podemos citar é o fato da empresa se adaptar a um processo de tecnologia e inovação, que são favorecidos e estimulados pelo cenário digital, trazendo mais desenvolvimento para o negócio.

Por exemplo, imagine que uma empresa de climatizador para restaurante se viu afetada pela pandemia, visto que precisaria paralisar algumas atividades, como o atendimento nas residências.

Contudo, com a possibilidade do trabalho remoto, os projetos não precisam ser completamente parados, tendo algumas etapas adequadas a esse novo cenário – como as primeiras tratativas e criação do projeto – reduzindo a necessidade de contato e alocação em um escritório físico.

Assim, quando liberado, o processo de instalação das ferramentas poderia ser feito de forma qualificada e segura, conforme normas de segurança e com um planejamento claro da instalação dos sistemas de automação

Com isso, o trabalho é otimizado e se torna mais vantajoso para todos os envolvidos, visto que somente alguns trabalhadores precisarão se deslocar, sem prejudicar a empresa ou colocar em risco clientes e trabalhadores, já que o índice de trabalho presencial é reduzido 

Implementação do teletrabalho e suas vantagens

Com a internet e as mudanças na dinâmica de relacionamento com o cliente e o consumo, as empresas puderam colocar mobilidade em suas funções, ocorrendo um fluxo inovador, seguido da flexibilização de processos e integração entre as equipes por conta da pandemia.

Assim, é preciso estudar as necessidades do negócio e a capacidade de suprir as demandas de infraestrutura física versus no modelo online, de modo que uma migração planejada se dê.

Afinal, não basta instaurar o trabalho remoto, é preciso contar com sistemas apropriados para isso e treinar os colaboradores para lidar com os novos fluxos de trabalho, como veremos ao longo do texto.

No sentido oposto, as empresas que não buscaram se adaptar a esse processo de modernização, se viram afetadas quanto ao seu desempenho e oportunidades, perdendo espaço competitivo.

Assim, é preciso não só adequar as demandas, mas considerar os impactos que a adesão desses novos processos pode trazer ao negócio, como:

  • Aumento da produtividade do trabalhador;
  • Maior confiança por parte do gestor (e otimização do acompanhamento);
  • Melhor integração da equipe em projetos (por meio de ferramentas adequadas);
  • Melhora do relacionamento profissional;
  • Redução do estresse;
  • Maior flexibilidade para realizar as atividades;
  • Disponibilidade e melhor controle de fluxos e estoque por meio de softwares.

Ou seja, o funcionário, assim como o empreendedor de uma empresa de plastico bolha e de outros segmentos, podem alcançar diversos benefícios, seja em manter sua equipe trabalhando e integrada, seja em maior segurança e flexibilidade. 

Outra vantagem que vale a pena destacar diz respeito à redução de custos e gastos para a empresa. 

Com a maioria dos funcionários em casa, as empresas podem reduzir gastos de infraestrutura, como luz, água e, até mesmo, orçamentos operacionais, como disponibilidade de galão de água e conserto de encanamento. 

Consequentemente, o valor pode ser direcionado para outros tipos de investimento que contribuirão para o crescimento dos colaboradores e do negócio.

O auxílio que deve ocorrer no home-office

Apesar dos benefícios, para seu pleno funcionamento, o home-office precisa de adaptação por parte da empresa e do colaborador. 

Fora do seu local de trabalho, as pessoas precisam adequar o espaço de trabalho, melhorar seu pacote de dados e, muitas vezes, dispor de um bom equipamento celular/computador para desenvolver uma consulta online do desentupidora lapa, por exemplo, ou a venda de um produto no e-commerce.

Contudo, todo esse processo de adequação não depende apenas dos itens, mas também do trato com os novos processos e ferramentas (como planilhas), sendo este um dos principais desafios para o profissional e para o público no início da migração.

Para que a adaptação ocorresse de forma mais facilitada e ágil, algumas empresas desenvolvem formas de auxiliar o colaborador, melhorando a experiência e a adequação dos espaços. Consequentemente, passaram a disponibilizar:

  • Ajuda de custo para contas de energia e internet;
  • Uso de computador ou notebook empresarial;
  • Acessórios para integração/uso da internet ou rede wi-fi;
  • Móveis mais confortáveis, como cadeira e escrivaninha;
  • Treinamentos para uso de novos softwares. 

Ou seja, para reduzir os incômodos ou problemas no decorrer da atividade laboral, esses auxílios podem ser os mais diversos, desde a ajuda para comprar meia para andar de bike até a cobertura de parte do valor gasto com a internet.

Diante disso, o colaborador consegue realizar suas atividades de casa com mais qualidade, tendo conforto, segurança e, ainda, dispondo de materiais e equipamentos adequados.

Realizando o atendimento ao cliente remotamente

Assim como é um desafio para as empresas se adaptarem ao home-office, para os clientes também pode ser!

Diante disso, a empresa precisa detalhar como o seu atendimento será realizado de forma remota, pois isso precisa ser feito de forma organizada, para não afastar ou decepcionar o consumidor.

Por isso, é importante que sua empresa que vende camara fria para distribuidora, bem como de quaisquer outros setores, promova “treinamentos” online e/ou conteúdos para os colaboradores, de modo a padronizar os processos; bem como trazer notificações para os clientes, instruindo quanto aos novos fluxos de atendimento. 

Outros pontos importantes e que demandam atenção para manter a qualidade dos atendimentos e vendas, devendo ser avaliados antes de serviços como uma reunião online com o cliente, são:

  • Qualidade da sua conexão;
  • Contratação de boas plataformas de conexão por áudio e vídeo;
  • Envio do link com antecedência;
  • Verificação da possibilidade/condição do cliente se conectar com a empresa;
  • Teste dos equipamentos de áudio e de vídeo antes de iniciar a reunião. 

Com isso, sua empresa conseguirá manter as reuniões com clientes e colaboradores, alcançando novas oportunidades de negócios, mesmo que remotamente. 

Vai continuar no home-office? Confira nossas dicas

Se você trabalha em uma empresa que adotou o home-office e deseja continuar nesse regime, é importante conhecer algumas dicas para aperfeiçoar o processo de adaptação e prestar um serviço de mais qualidade.

Para te ajudar com isso, separamos algumas dicas a seguir:

  • Utilize ferramentas de trabalho voltadas para a produtividade;
  • Crie horários e estabeleça rotinas;
  • Evite distrações que prejudicam a produtividade;
  • Faça pausas para descansar ou almoçar;
  • Separe um local que seja confortável e silencioso para trabalhar. 

Existem diversas ferramentas que podem ser aplicadas em seu dia a dia para ajudar no controle da produtividade, assim como no desenvolvimento de relatórios de prestação de contas, sendo que as planilhas podem ser excelentes opções por também integrar operações de toda a equipe.

Também é muito importante se organizar, estabelecendo metas, horários e criando uma rotina de trabalho, pois existem muitas distrações no dia a dia e no ambiente doméstico que podem prejudicar o foco. Lembre-se que mesmo estando em casa, os afazeres domésticos, por exemplo, não podem ocupar o tempo que deveria ser destinado ao trabalho.

Por outro lado, por mais que seja preciso criar um ambiente profissional e que estimule o trabalho, lembre-se que ter pausas também é importante para a saúde e para o relaxamento cerebral – ou seja, para uma produtividade sadia. 

Muitas vezes, as pessoas em casa acabam não realizando pausas, o que pode acarretar em dores nas costas, de cabeça, problemas na visão e uma sobrecarga.

Por isso o equilíbrio é fundamental, sendo crucial ter um momento para o descanso, assim como ter um local de trabalho confortável, um cômodo com os equipamentos corretos, como atuador de camara fria expositora, computadores, notebook, dentre outros, para desenvolver um bom serviço e manter a produtividade. 
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.