Casa e jardim Tecnologia Uncategorized

Entenda a diferença entre os tipos de solda que existem

Saiba como escolher o tipo de solda correto em diferentes situações

A soldagem é um processo muito importante utilizado em diversos locais como na construção civil e no reparo e criação de máquinas. Independente da finalidade, a soldagem correta depende da escolha do melhor tipo de solda para a ocasião. 

É essencial entender o funcionamento ao manusear máquinas de solda. As máquinas de solda multiprocessos são excelentes opções para diversos tipos de solda, aqui vamos apresentar os principais tipos de solda e dos equipamentos a utilizar em diferentes situações. 

Como funciona o processo de soldagem? 

A solda é utilizada para unir dois metais de maneira uniforme e definitiva. Existem diversos tipos de solda, que se diferem pelo método de aplicação e o material utilizado. 

Uma vez que a solda une dois metais, eles se tornam um só e para separá-los novamente será preciso cortar o material. Veja os principais tipos de solda a seguir:

Solda com eletrodo revestido 

Esse tipo de solda acontece com o uso de um eletrodo revestido. O soldador faz o cordão de solda de forma manual e depois fixa o eletrodo na máquina de solda inversora.  

Dessa maneira, se cria um arco elétrico em que o eletrodo é usado para unir os dois metais. Esse método é muito utilizado para unir tubulações e na construção civil. 

Solda MIG/MAG 

Esse tipo de solda usa gás para proteger o ar que fica em volta da poça de fusão. Assim se cria o cordão de solda, que por meio de um arame consegue aquecer metais a ponto de uni-los. A solda MIG/MAG é muito usada no ramo industrial. 

Solda com feixe de elétrons 

Com o uso de feixe de elétrons é possível criar uma chapa que consegue derreter e unir dois metais. O raio de elétrons é emitido em alta velocidade, acontecendo no vácuo e isso permite que metais se unam, mesmo que tenham níveis de condutividade diferentes. 

Solda por oxigás 

A solda por oxigás tem sido pouco utilizada pelos profissionais de soldagem. Isso porque esse tipo de solda utiliza um maçarico para derreter e fazer a união de metais. Dessa forma, o soldador não possui nenhum controle, o que aumenta os riscos de explosão por conta da pressão de gás. 

Solda TIG 

A solda TIG usa um eletrodo de tungstênio para, por meio de uma corrente elétrica, fazer a união de materiais metálicos. Esse modelo permite mais controle, o que faz com que o soldador possa realizar um acabamento mais refinado. 

Assim como a solda MIG/MAG, a solda TIG é bastante utilizada na indústria, sendo uma excelente opção por conta da precisão e do custo-benefício. 

Solda por arco submerso 

Esse é um tipo de solda bastante conhecido, sendo o processo mais seguro para o soldador. Isso porque o arco elétrico fica submerso, o que diminui as chances de respingos e faíscas na hora de soldar. 

O ar fica submerso porque o material a ser derretido está na forma de granulado, não de graveto, parecido com uma areia grossa, que vira uma camada durante o processo e torna o arco invisível. 

Qual é o melhor tipo de solda? Como escolher? 

Para escolher o tipo de solda, o soldador precisa saber mais sobre cada tipo e o equipamento usado no processo de soldagem. Alguns processos como a solda MIG/MAG, possuem um bom custo-benefício, mas não oferecem um acabamento de qualidade, o que já é possível conseguir com a solda TIG. 

Outros tipos de solda, mesmo sendo um pouco mais caros, são melhores na realização de alguns serviços específicos. A dica é entender os tipos de solda e suas aplicações antes de fazer a soldagem. 

Assim, você pode encontrar o tipo de solda de melhor custo-benefício para a sua necessidade, garantindo facilidade e qualidade no acabamento da soldagem.

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios