Tecnologia

Conheça os tipos de monitores e suas características


Seja para tarefas de home office, trabalhos escolares ou assistir a filmes, séries, jogar games e outros conteúdos visuais, um monitor é um componente essencial que oferece uma experiência positiva ao usuário.

Pois, ele é um componente essencial dos computadores e notebooks, bem como o responsável por tornar esses dispositivos mais fáceis de usar (ou não).

Os usuários podem ter problemas com a visualização de gráficos, telas, apresentações, videoconferências, filmes ou outros recursos visuais caso não escolham o monitor certo para o trabalho.

Como cada pessoa tem necessidades diferentes, é fundamental encontrar um monitor que possa atender a essas demandas. Quem trabalha com exames de imagem, por exemplo, precisa de características específicas num monitor.

Continue lendo este conteúdo para conhecer todos os modelos e suas características!

Tipos de monitores

As características e tecnologias de vários tipos de monitores são adaptadas aos requisitos específicos do usuário. Saiba mais sobre os tipos mais comuns logo a seguir!

1. OLED

O OLED é uma das tecnologias mais inovadoras do mercado e é usado para fazer telas de TV, telas de smartphones e telas de computadores. A sigla vem do termo em inglês que significa diodo orgânico que emite luz.

Essa tecnologia estimula um campo eletromagnético usando materiais orgânicos que emitem as cores azul, vermelho e verde. Elas são capazes de criar qualquer imagem em seu display.

OLED também permite que pixels individuais gerem luz, resultando em um preto puro e cores mais consistentes.

Vale mencionar que as principais características do modelo são o ótimo contraste e o campo de visão. Como ele ainda não está disponível no Brasil, é necessário importá-lo para obter o produto.

2. LCD

Estes são os modelos mais populares hoje em dia. Os cristais são polarizados, o que resulta as cores. Veja logo abaixo algumas das suas principais características:

  • Não há risco de imagens estáticas ou congeladas;
  • É um monitor pequeno, portátil e bastante compacto;
  • Tem um ângulo de visão menor que os monitores de plasma;
  • Se o monitor for até 40″, os preços são mais baixos, do contrário, os preços dos monitores aumentarão;
  • Disponível em diversos tamanhos;
  • Baixa resolução do contraste. Como resultado, a cor preta é exibida como um cinza profundo;
  • Quando comparado a um monitor de plasma, possui uma resolução mais alta.

3. LED

Esses monitores têm um custo de produção mais alto devido à tecnologia mais recente, o que dificulta a sua adoção.

  • Tem telas finas que medem 2,5 cm;
  • Está disponível em vários tamanhos;
  • Tem a mesma resolução nativa dos monitores LCD (1280×720 pixels) – 720p;
  • Maior durabilidade;
  • Tempo de resposta mais rápido em comparação com um display LCD;
  • Proporciona uma relação de contraste favorável;
  • Exibe cores brilhantes;
  • Usa pouca energia.

4. Twisted Nematic (TN)

A tecnologia Twisted Nematic (TN) é uma das mais populares e amplamente utilizadas em monitores, principalmente aqueles que são baratos e básicos. Por ter um tempo de resposta lento, as imagens levarão mais tempo para aparecem nitidamente.

No entanto, os painéis TN não são recomendados para atividades gráficas intensivas, pois carecem de bom contraste e cor. Isso significa que os tons mais claros, cores escuras e cores sólidas não serão exibidas da mesma forma que em outras telas.

5. Vertical Alignment (VA)

Os displays de Alinhamento Vertical (VA) possuem alta capacidade de exibição de cores vibrantes e tons escuros, pois possuem altos níveis de contraste. Com base nisso, é ideal para uso em tarefas que exigem alta qualidade gráfica.

Uma das desvantagens desta tecnologia, é que seu tempo de resposta é maior quando comparado a outros tipos de painéis.

6. In-Plane Switching (IPS)

A tecnologia In-Plane Switching (IPS) possui boas taxas de contraste e alta qualidade na reprodução de imagens coloridas. É uma boa escolha para gráficos de alta resolução, mesmo que as cores escuras tenham uma qualidade inferior à da tela VA.

O que são monitores médicos?

Diferente dos monitores tradicionais, monitores médicos possuem um sistema de controle de qualidade de imagem que precisa estar de acordo com os requisitos estabelecidos pelos órgãos reguladores da área de saúde.

Tais requisitos precisam ser atendidos ao longo de sua vida útil, e a manutenção periódica e a garantia de qualidade particularmente vitais.

Além de ter uma luminância maior, em linhas gerais, os valores são iguais ou maiores que 350 cd/m2 (monitores tradicionais contam com valores de 200 a 250 cd/m2), esse tipo de monitor garante que a luminância da tela seja uniforme.

Em termos de relação de contraste, um monitor médico tem uma relação em torno de 10.000:1. Como dito anteriormente, tais requisitos precisam ser revistos regularmente.

Um monitor comum não prejudica o uso da pessoa, caso qualquer característica mude com o passar do tempo. Um monitor médico, qualquer mudança que tiver, mesmo que seja mínima, entre qualquer uma de suas características, pode causar problemas nos exames de imagem.

Tipos de monitores médicos

Existem três tipos de monitores médicos: clínico, diagnóstico e cirúrgico.

O monitor clínico serve para visualizar imagens quando o médico não estiver emitindo laudos como resultado delas. Geralmente, esse tipo de monitor é útil ​​apenas em consultórios médicos para visualização rápida.

Os radiologistas usam monitores de diagnóstico para analisar imagens e emitir laudos de radiografias, tomografias, ressonância magnética, entre outras coisas.

Já um monitor cirúrgico é usado tanto para procedimentos mais invasivos, como endoscopias e broncoscopias, quanto para procedimentos menos invasivos, como os ligados à radiologia intervencionista e hemodinâmica.

Especificações técnicas

Cada uma dessas três aplicações de monitor, conforme descrito na seção anterior, possui seu próprio conjunto de características técnicas.

Por exemplo, um monitor projetado para laudos de ultrassonografia ou visualização de imagens em consultório médico pode não ser ideal para analisar imagens e emitir laudos em mamografia ou tomografia diagnóstica.

Isso acontece porque cada atividade tem seu próprio conjunto de requisitos e recursos, como resolução de tela, brilho e luminância. A resolução mais adequada tende a variar dependendo da modalidade de exame.

  • Para tomografia, a resolução mínima é de 1M de pixels (1280 x 1024);
  • Para análise de radiografia, resolução de pelo menos 3M de pixels (1920×1440);
  • E para mamografia, resolução de pelo menos 5M de pixels (2560×2048).

Para você que está lendo este artigo, paramos a sua leitura para lhe falar sobre games, entre no harisewell e saiba mais.

Conclusão

Em suma, há uma série de diferentes tipos de monitores para diversas atividades. A escolha do monitor deve ser de acordo com o tipo de atividade, para obter um resultado mais eficiente.

E caso você tenha gostado deste conteúdo, não esqueça de compartilhá-lo com os seus amigos e conferir outros posts como este em nosso blog!

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios