Casa e jardim Sem categoria

Como armazenar peixe corretamente

Alimento pode durar meses no congelamento correto. Veja como fazer!

Quem trabalha com restaurantes ou entrega por delivery sabe como é importante adquirir alimentos em grande quantidade para que não falte nada durante o expediente. A compra de peixe no atacado permite a aquisição de uma boa quantidade numa mesma compra. No entanto, se o consumo não for imediato, é preciso saber como congelá-lo da melhor forma. Afinal, o peixe congelado não perde seus nutrientes.

Veja como manter o peixe bem armazenado e congelado tanto em restaurantes quanto em casa.

Métodos de congelamento

O peixe precisa ser preparado antes de ser congelado. Assim, é possível garantir mais proveito e qualidade do alimento. Além disso, não é apenas colocar a peça dentro do congelador — existem maneiras distintas de resfriá-lo.

Há três tipos de congelamento:

  • por ar: uma corrente de ar frio passa sobre o peixe. A rapidez e taxa de congelamento vão depender diretamente da quantidade e da velocidade do ar;
  • por imersão: é um método comercial de congelamento, em que o peixe é  exposto a nitrogênio líquido por seis a dez segundos. A peça é colocada diretamente em contato com o fluido refrigerante, sem que haja interferências;
  • por contato: o peixe é colocado em placas congeladoras por onde vai passar o fluido refrigerante. 

Independentemente do método, o pescado poderá ter de seis a doze meses de vida útil se armazenado corretamente.

Estado da peça

É preciso que a peça esteja em perfeito estado para que o congelamento seja feito da melhor forma possível. Portanto, repare se ele tem consistência firme e se a cor e o odor são característicos de uma peça fresca (filés costumam ser brancos ou rosados). Além disso, confira se:

  • a carne está presa à espinha;
  • as escamas estão brilhantes;
  • as guelras continuam úmidas;
  • os olhos são brilhantes e saltados.

Temperatura

Se a peça estiver de acordo, já será possível fazer o armazenamento. A temperatura mínima deverá ser de 0 ºC, em refrigeração ou -18º em câmara fria. 

Acima de tudo, é importante seguir as indicações feitas pelo fabricante do pescado, que costumam constar na embalagem do produto.

PVPC

Na hora de armazenar a peça, siga a lógica do “primeiro que entra, primeiro que sai” (PVPC). Isso evita que peixes antigos fiquem muito tempo congelados e acabem perdendo suas propriedades e nutrientes. 

Uma dica é sempre retirar os pescados que já estavam armazenados e colocá-los por cima dos que acabaram de chegar.

Armazenamento em casa

Quem não trabalha em restaurantes também pode armazenar seu peixe da melhor maneira possível. No entanto, a maneira com a qual a peça é cortada vai influenciar bastante na forma de embalá-lo. Além disso, é preciso que ela não seja temperada antes de ir para o congelamento nem seja congelada novamente. Isso evita o surgimento de micro-organismos.

Veja as diferenças de armazenamento e congelamento conforme o corte:

Fresco inteiro

Para armazenar uma peça inteira, faça uma boa limpeza antes para evitar que o congelador fique com mau cheiro — retire todas as escamas, vísceras e nadadeiras. Depois, armazene com duas camadas de plástico higienizado para que a peça fique bem lacrada.

Um peixe inteiro conservado nessas condições pode ter até seis semanas de vida útil.

Fresco em filés

Quando o peixe ainda está fresco e cortado em filés, a melhor forma de armazená-lo também é usando um plástico higienizado e com duas camadas.

Além disso, é fundamental que ele seja etiquetado. Como a peça está cortada em filés, pode ser facilmente confundida com outro tipo de peixe. Para evitar erros, assim que o armazenamento for feito, faça a etiquetagem com o nome e a data de congelamento.

O corte em filés permite que o peixe fique armazenado por mais tempo. Esse método garante, portanto, que ele se mantenha conservado durante seis a oito semanas.

Cozido

Sim, o peixe cozido também pode ser congelado e se manter consumível por até oito semanas. Para isso, coloque o alimento em um recipiente de vidro e deixe esfriar por um tempo — mas não muito, para que não haja riscos de que ele azede. Depois, é só colocar para congelar.

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios