Saúde

7 procedimentos estéticos feitos pelos dentistas

O Brasil é o segundo país no mundo em que as pessoas mais realizam procedimentos estéticos, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. 

Esses procedimentos são inúmeros, desde pequenos preenchimentos até remodelagem de algumas características, De modo geral, visam aumentar a autoestima e reforçar o bem-estar. 

Vários profissionais especializados podem realizar procedimentos estéticos, inclusive os dentistas. 

Diante disso, neste artigo apresentaremos alguns procedimentos estéticos que são realizados por dentistas, trazendo suas características, público-alvo e sobre as orientações relacionadas a cada um dos tratamentos.

7 procedimentos realizados por dentistas

Os dentistas são profissionais formados em odontologia, que geralmente realizam especializações para se aperfeiçoar no desenvolvimento do seu trabalho. 

Esses profissionais conseguem realizar diversos procedimentos, desde a realização de implantes, facetas até a colocação de aparelhos ortodônticos para correção de mordida.

Esses são procedimentos mais conhecidos, que levam em conta o conhecimento sobre como descascar fios de cobre, que serão inseridos no aparelho. 

Mas existem, ainda, diversos procedimentos que podem ser realizados por este profissional, inclusive aqueles que visam proporcionar uma melhor estética e harmonização, que contribuem para a beleza e o bem-estar.

Dessa forma, listamos 7 desses procedimentos a seguir!

  1. Clareamento

O clareamento dental é um dos procedimentos estéticos mais almejados pelos pacientes, que desejam recuperar o “brilho” dos dentes. 

A procura por esse procedimento nos consultórios odontológicos se dá porque ao longo da vida, conforme o consumo de alimentos e alguns hábitos prejudiciais, é comum que os dentes fiquem com uma cor mais amarelada. 

Isso ocorre porque existem alguns pigmentos externos que afetam a coloração natural do dente. A exemplo, podemos citar o café, carnes feitas em uma churrasqueira pré moldada, refrigerantes e até mesmo o tabagismo. 

Todos esses hábitos, quando em excesso e sem a devida higienização podem prejudicar a aparência dos dentes.

Nesse sentido, o clareamento dental realiza uma limpeza profunda da estrutura dentária e atua de modo a quebrar partículas que amarelam a estrutura.

Tudo isso ocorre por meio da ação de radicais livres que conseguem oxidar alguns pigmentos que estão no dente (como aminoácidos e as proteínas). 

O procedimento dura até duas horas e pode ser mantido pelo paciente no decorrer do mês, com alguns cuidados para não afetar a coloração do dente. 

Além disso, o dentista pode realizar o clareamento em mais de uma sessão, dando intervalos de algumas semanas entre os procedimentos.

Muitas pessoas têm dúvidas sobre quanto custa um clareamento dental e isso vai depender do profissional que realizará a atividade, local da clínica, a relação com o paciente, os produtos utilizados, o procedimento de clareamento feito, assim como o grau de amarelamento do dente. 

É importante ressaltar, também, que é fundamental realizar esse procedimento com o auxílio de um dentista, já que algumas soluções caseiras podem acabar enfraquecendo o dente. 

  1. Bichectomia

Esse procedimento não deve ser feito meramente para impacto externo, apesar de que muitas pessoas têm utilizado essa ação para moldar a “maçã do rosto”. 

É importante saber que esse procedimento é irreversível, sendo indicado para pessoas que possuem um aumento da gordura das bochechas, inclusive internamente. Esse aumento é prejudicial, pois causa feridas por meio de mordidas na parte interna. 

Dessa forma, é essencial que esse tratamento cirúrgico seja realizado por um cirurgião dentista experiente, para que ocorra a redução das bochechas de forma segura e adequada.

Como consequência, o rosto fica mais fino, o que pode servir como um benefício estético para algumas pessoas. 

Essa cirurgia é feita em torno de 40 minutos a 1 hora e requer cuidados do paciente no período de recuperação bem como o uso de equipamentos corretos e devidamente esterilizados durante a cirurgia, assim como ocorre com o spray drying na indústria. 

  1. Botox

O botox, sem dúvidas, é um dos elementos mais utilizados quando o assunto é procedimento estético.

A toxina botulínica é utilizada para reduzir as linhas de expressão, sendo aplicada de forma superficial em pontos da face.

Além disso, ocorre também a redução das rugas e linhas de expressão, bem como pode contribuir com preenchimentos e a modelagem das sobrancelhas. 

Para aplicação do botox, é importante que o dentista tenha feito especialização e cursos voltados para a aplicação dos materiais e com foco nas atividades estéticas.

É importante saber que esse tipo de aplicação não é “eterna”, pois seus efeitos tendem a durar até 6 meses, visto que este é um material que é absorvido pelo corpo.

Feito por um profissional responsável, esse procedimento é considerado seguro e pode contribuir para rejuvenescer o paciente e aumentar a autoestima. 

  1. Lentes de contato dentárias

Um dos procedimentos que vem se popularizando nos últimos anos é a inserção de lentes de contato dentárias. 

Essas lentes consistem em lâminas bem finas de porcelana que são inseridas na parede do dente, o que pode ser feito com ou sem o desgaste da estrutura, conforme o material aplicado e característica da dentição.

Além disso, seu uso pode ser feito para pacientes que desejam obter uma melhora no alinhamento dos dentes, assim como em sua cor, corrigindo também pequenas imperfeições. 

Em alguns casos, quando o desgaste do dente é maior, pode ser feita a aplicação de anestesia e é fundamental que todo o procedimento seja feito por um profissional dentista qualificado para isso, já que a depender do desgaste, o procedimento se torna irreversível.

  1. Ácido hialurônico

Além da inserção de botox, os dentistas especializados em estética também podem realizar o preenchimento com ácido hialurônico. 

Essa substância contribui para evitar a flacidez da pele, trazendo mais vitalidade e beleza. 

Esse tipo de procedimento, portanto, é estético e contribui para reduzir linhas de expressão, rugas e pode ser utilizado para preencher e harmonizar a face.

Essa substância é indicada para aplicação em diversas partes do rosto, como:

  • Testa;
  • Próximo aos olhos;
  • Mandíbula;
  • Bochechas;
  • Nariz;
  • Queixo. 

Além disso, sua aplicação permite reduzir ou ampliar alguns contornos da face, o que pode contribuir para aumentar a autoestima do paciente e redesenhar o formato do rosto.

Esse é um procedimento que, de modo geral, é indolor, já que é utilizada uma agulha bastante fina para aplicação do ácido e que não ocorre em tanta profundidade.

Além disso, existe uma hidratação da pele que pode ser feita junto a aplicação do ácido, fazendo com que os resultados obtidos sejam ainda melhores.

  1. Gengivoplastia

Outro procedimento muito realizado na área odontológica é a gengivoplastia. Esta é uma técnica que realiza a mudança no formato do osso e das gengivas que estão envolvendo os dentes. 

Sua função pode ser estética ou até mesmo funcional, visando reduzir a gengiva exibida durante o sorriso, por exemplo. Mas, quem pode fazer a gengivoplastia?

Existem algumas indicações que variam desde casos mais específicos até amplos. 

Por exemplo, existem pessoas que buscam o alinhamento das gengivas para ter o sorriso dos sonhos, evidenciando mais os dentes. Contudo, também há pacientes que tiveram uma fratura dentária ou que possuem gengivas grandes e desalinhadas. 

Também existem alguns pacientes que tiveram problemas com implante dentário e, por isso, esse procedimento pode ajudar a recuperar o tecido e autoestima.

O procedimento dura em torno de duas horas para ser realizado e, para que seja feito, são necessários alguns exames prévios para verificação da saúde e a aplicação de anestesia. 

Durante o procedimento, são feitos alguns recortes das gengivas, assim como seu descolamento e o rebatimento. 

A ideia é que o dentista consiga visualizar o osso ao redor do dente. Essa é uma ação bastante delicada e precisa ser feita por um profissional qualificado. 

  1. Fios de dermosustentação

O último procedimento que destacamos neste artigo é o fio de dermosustentação, que também é um procedimento que pode ser realizado por um dentista qualificado.

Esse é um procedimento estético que é indicado para casos de flacidez em alguns pontos do rosto, como bochechas e queixo.

De modo geral, é um tratamento indicado para pessoas que possuem 30 anos ou mais e consiste na inserção de fios face, que possuem um efeito anti-gravitacional e que contribuem para elevar esses pontos mais flácidos. 

Apesar de parecer muito complexo, esse é um procedimento feito sem cortes e que dura em torno de 40 minutos. 

Os fios são finos e bem amarrados ao osso para trazer jovialidade à face, reduzindo os efeitos da flacidez.

Devido a amarração, o tratamento apresenta um efeito de maior durabilidade. Para se ter uma ideia, esse tipo de cabeamento estruturado na face tem uma durabilidade bastante considerável, sendo utilizado entre 18 a 24 meses. 

Além disso, sua cicatrização é considerada rápida, exigindo que o paciente descanse por 7 dias após o procedimento. 

Outras dicas e cuidados complementares

Diante dos procedimentos que citamos neste artigo, é importante que o paciente realize uma avaliação prévia com um profissional para avaliar a condição de saúde e a necessidade de realizar os procedimentos. 

Além disso, é fundamental pesquisar o currículo e área de atuação do profissional, avaliando o credenciamento e regularização para atuar na área estética.

Assim como um procedimento de prostatectomia radical (que consiste na remoção da próstata) precisa ser feito por um médico urologista devidamente regularizado, existem alguns procedimentos que só podem ser feitos pelos odontologistas qualificados para o assunto, garantindo um resultado melhor e mais segurança durante o tratamento.

Além da qualidade e formação do profissional de saúde, é fundamental que o paciente consiga avaliar a qualidade e segurança do consultório odontológico, bem como a organização dos espaços. Isso pode indicar o cuidado e zelo que terá com os pacientes.

Por exemplo, pode ser interessante verificar se o dentista conta com a parceria de uma gestão de condomínios ou predial, levando em conta alguns aspectos relacionados à segurança e facilidade de acesso à clínica.

Deste modo, o cuidado e atenção dizem respeito a verificar se os equipamentos funcionam corretamente, tendo um espaço que conte com câmeras de segurança, rede wifi de conexão, elevadores, televisores, dentre outros. 

Falando a respeito do local e de seu aspecto estrutural, além desses elementos é muito importante que o local esteja limpo e devidamente esterilizado para evitar contaminações e reduzir riscos diversos.

Para isso, o dentista pode ter o contato direto com fabricante de amaciante, assim como fornecedores de produtos de limpeza, álcool em gel e outros elementos, tornando a limpeza mais fácil e menos custosa. 

Isso é essencial para evitar contaminações e infecções durante os procedimentos que serão realizados nos pacientes. 

Por fim, além desses cuidados, é muito importante que esse profissional conte com equipamentos para laboratórios de qualidade. 

Como vimos, alguns procedimentos possuem um tom cirúrgico e, por isso, esses equipamentos precisam ser seguros, higienizados e adequados para o procedimento que será realizado, preservando a integridade do paciente.

Por isso, é essencial consultar bons profissionais que possam te ajudar a alcançar os objetivos e que te ajudem a visualizar quais procedimentos estéticos podem ser feitos e quais os resultados esperados para cada procedimento, devolvendo a autoestima aos pacientes através do sorriso.
Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CNPJ: 15.063.424/0001-72
Endereço: 11ª av n 1409 qd 41 a Setor leste universitário Goiânia
Grupo marketing de negócios